fbpx

11
Ago

O Coaching na Liderança 4.0

Com a Indústria 4.0 ou Quarta Revolução Industrial, as máquinas e a tecnologia comunicam e cooperam com os seres humanos em tempo real, colocando-se hoje desafios nunca antes experimentados.
As organizações atuais evoluem na medida em que o seu talento também evolui, e ao gestor atual não basta ser especialista no negócio ou no processo, necessita mais do que nunca de desenvolver o potencial das suas equipas, e sobretudo precisa ele mesmo de crescer enquanto líder de si próprio.

A liderança é muitas das vezes um lugar solitário onde a tomada de decisão num contexto global e complexo coloca os líderes sobre uma enorme pressão. Para todos aqueles que têm a responsabilidade de fazer crescer esta “Industria 4.0”, a prática e a utilização das ferramentas e do método de coaching, representa um eficaz meio para alinhar pessoas e negócios, permitindo que a evolução humana seja a base do sucesso sustentável.

O coaching potencia a base de consciência e visão estratégica, desenvolvendo os exemplos de “líderes de carne e osso”, verdadeiras referências internas que equilibram a sua atuação, sendo firmes com as regas e ao mesmo tempo suaves com as pessoas, vivendo centrados na organização e não no seu ego.

“Everybody needs a coach”, quem o diz é Bill Gates (Microsoft) e Eric Schmidt (Google), estes dois pesos pesados da gestão salientam, entre outros, como grandes benefícios do coaching: o poder do feedback, as diferentes perspetivas que o processo permite alcançar e uma visão mais clara sobre o caminho a seguir. Como disse um dia Larry Page (Google) “As empresas fracassam quando perdem o seu futuro”, e as empresas são antes de tudo as pessoas e os seus sonhos.

 

Sérgio Almeida

Cofundador da ICU | International Coaching University